Camila Queiroz relembra que fazia cover das Spice Girls na infância “A liberdade dessas mulheres me inspirava”

Ao longo da conversa para o livro “InVogue”, a atriz paulista conta que era fã da girlband britânica, fala das suas preferências quando o assunto é moda e diz que a princesa Diana é uma inspiração: “Uma mulher à frente do seu tempo”

Certa vez, Eliane Tavares bordou com lantejoulas a bandeira do Reino Unido tanto em um top preto quanto no par de tênis Converse de cano médio da filha, Camila Queiroz. A referência é clara para quem viveu a infância entre as décadas de 1990 e o início dos anos 2000. “Aos sete anos, lembro de fazer cover de bandas como Spice Girls”, recorda a atriz que, ao lado das irmãs, Caroline e Melina, reproduzia algumas das integrantes da girlband britânica no palco. A sua escolhida era Geri, a Spice que usava cabelo vermelho.

Camila já compreendia que existia uma mensagem por trás das superproduções coloridas e ousadas das cantoras. “A liberdade dessas mulheres me inspirava. Afinal, foi uma banda feminina que parou o mundo e sentia que, mesmo cada integrante tendo o seu próprio estilo, elas eram revolucionárias com aquelas roupas”, afirma em entrevista para “InVogue”, primeiro livro da Vogue Brasil com apoio institucional da Mantecorp Skincare. “Apesar de ser criança, e não reconhecer todos os símbolos que hoje entendo, a confiança e segurança que elas passavam, também na atitude, foram importantes para mim”, completa.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *