VB

O Álbum


Victoria Beckham é o primeiro e único álbum lançado em carreira solo por Victoria Beckham, conhecida em seus tempos de Spice Girl como Posh Spice.

Seu single de estréia foi Not Such An Innocent Girl, que chegou apenas ao sexto lugar das paradas britânicas. Seu segundo, e último single foi A Mind Of Its Own, que também chegou apenas ao sexto lugar no Reino Unido.

Popstar, mito da mídia, Spice Girl, autora, dançarina, mulher de astro do futebol inglês, ícone em termos de estilo, mãe. Isso é o que nós sabemos. Mas quem é, na verdade, Victoria Beckham? Seu primeiro disco solo é, possivelmente, a grande pista para a resposta. Cheio de indícios, grandes temas e letras intrigantes, ele responde a essa pergunta de modo quase completo.

Sua estréia com Not Such An Innocent Girl abre com um gancho pop irresistível, com um vídeo sensacional, em que uma boa garota encontra uma outra, má, numa variação futurística de West Side Story. A canção nos convida para uma olhada mais profunda dentro da lição que ela nos ensina. A diversidade dos vocais presentes no estilo de Victoria está espalhada em todo o álbum, como em “A Mind Of Its Own”, em que o refrão bastante melódico complementa a letra falada de um jeito bastante funky. Como muitas das outras músicas do disco, ela foi gravada em Londres e o restante foi completado em Los Angeles e na Escandinávia num período de 18 meses.

A swingada terceira faixa, “That Kind Of Girl”, foi escrita por Steve Kipner, David Frank e Jack Kugel, e é bastante reveladora em vários sentidos, como na memorável frase “drinking champagne out of paper cups” (bebendo champagne em copos descartáveis), que Victoria descreve como sendo bastante pessoal. A canção também marca o início do envolvimento de Kipner no projeto, que imprimiu uma alta velocidade nos trabalhos. “Seis meses depois de começar a trabalhar no disco, eu encontrei com Steve, e ele fez com que o álbum rapidamente tomasse uma forma, diz a própria Victoria.

O R & B sempre fez parte do trabalho das Spice Girls, e a mesma influência aparece freqüentemente no disco de Victoria Beckham. Os sons sofisticados estão presentes principalmente em “I Wish” e “Watcha Talkin’ Bout”, ambas gravadas com Soulshock & Karlin em Los Angeles. A sensibilidade pop do duo dinamarquês combinou com a grande produção do R & B americano, enquanto “Watcha Talkin’ Bout” é derivada do famoso hit de Victoria com o Truesteppers, “Out Of Your Mind”, lançado no ano passado, e que foi foco de enorme atenção por parte da mídia, se transformando num dos grandes hinos da dance music, e que fez com que Victoria passasse a ser respeitada por renomados produtores do estilo. Outra parceria vem dos suecos do Eclectic em “Midnight Fantasy”, com a letra nos mostrando outra faceta de Victoria, muito sexy e íntima. Aliás, ela compôs nove das doze faixas do disco, o que não é uma surpresa para quem escreveu sua própria autobiografia, Learning To Fly, publicada em setembro e que mostra uma mulher num processo de amadurecimento de sua alma e dotada de um refinado senso de humor.

No disco, há ainda ótimas baladas, com destaque para “Unconditional Love” e “I.O.U.”, escritas por David, assim como “Every Part of Me”, que traz a presença de seu filho Brooklyn, que passou grande parte do tempo no estúdio com a mãe e contribuiu aqui nos backing vocals! “Foi realmente um caso em família. Eu levei Brooklyn para trabalhar comigo o máximo possível. Ele estava falando enquanto eu gravava, e isso ficou tão bacana que decidi incluir na canção, diz Victoria. Essa faixa altamente autobiográfica expõe os mais íntimos sentimentos de Victoria para com seu filho e explicita sua honestidade e coragem. É uma bela maneira de fechar o álbum.

O disco serve para derrubar inúmeros mitos de uma vez por todas. As letras bastante pessoais de Victoria falam por si só a respeito de suas impressões sobre amor, vida e sua família. Mas o que mais impressiona aqui é a diversidade e a força de seu talento musical, sacramentando-a como uma artista pop sofisticada e repleta de credibilidade. Com tanto a oferecer, o futuro de Victoria Beckham é fenomenal. Passei 18 meses gravando esse disco. Espero que as pessoas percebam que tenho mais a oferecer do que um ar de tédio e um rosto bonito. E com certeza ela tem.

Informações


Lançamento: 01/10/2001
Posição Máxima: #10
Total de vendas no Mundo: 500.000
Total de Vendas no Reino Unido: 50,000 (16.000 na primeira semana).
Total de Vendas na Espanha: 11.000

Estúdios de Gravação


Olympic Studios, Londres
The Sweat Box, Los Angeles
The Underlabn Los Angeles
Eclectic Studios, Estocolmo
Angel Studios, Londres
The Record Plant, Los Angeles
Sound Gallery Studios, Los Angeles
Sarm West Studios, Londres

Singles


Posições


UK: 10-35-85-135-OUT-145(re)-107-67
Brasil: 16
Irlanda: 69
Dinamarca: 91
Austrália: 105

Tracklist


01. Not Such an Innocent Girl

(Andrew Frampton/Steve Kipner) Produzido por Andrew Frampton e Steve Kipner – Mixado por Mark ‘Spike’ Stent

02. A Mind of Its Own

(Victoria Beckham/Andrew Frampton/Steve Kipner) Produzido por Andrew Frampton e Steve Kipner – Mixado por Mark ‘Spike’ Stent*

03. That Kind of Girl

(David Frank/Steve Kipner) Produzido por David Frank, Jack Kugell e Steve Kipner – Mixado por Dave Way

04. Like That

(Victoria Beckham/Matt Prime) Produzido por Matt Prime – Mixado por Mark ‘Spike’ Stent

05. Girlfriend

(Victoria Beckham/Dane Bowers/Harvey Mason, Jr./Damon Thomas/J. Valentine) Produzido por The Underdogs – Mixado por Jean Marie Hovart

06. Midnight Fantasy

(J. Aberg/P. Rein/Victoria Beckham) Produzido por A. Hansson e Johan Aberg – Mixado por Dennis B, J. Aberg

07. I.O.U.

(Victoria Beckham/Chris Braide/Andrew Frampton) Produzido por Andrew Frampton – Mixado por Mark ‘Spike’ Stent

08. No Trix, No Games

(Victoria Beckham/Andrew Frampton/Steve Kipner) Produzido por Andrew Frampton e Steve Kipner – Mixado por Dave Way

09. I Wish

(Peter Biker/Soulshock) Produzido por Soulshock & Karlin – Mixado por Manny Marroquin

10. Watcha Talkin’ Bout

(Victoria Beckham/Soulshock) – Mixado por Soulshock & Karlin

11. Unconditional Love

(Victoria Beckham/Rhett Lawrence) Produzido por Rhett Lawrence – Mixado por Dave “Hard Drive” Pensado e RL

12. Every Part Of Me

(Victoria Beckham/Soulshock) Produzido por Soulshock & Karlin – Mixado por Manny Marroquin

Faixa à Faixa


1. NOT SUCH AN INNOCENT GIRL

Victoria: “Foi a última música que gravei e não a escrevi mas a gravadora gostou tanto que eles quiseram colocá-la no álbum”

2. A MIND OF ITS OWN

Victoria: “Essa é uma das minhas preferidas no álbum – ela tem uma estrutura clássica e um grande refrão.”

3. THAT KIND OF GIRL

Victoria: “Essa é sem dúvida minha preferida no álbum. Acho que ela resume eu e David perfeitamente. Um dos versos é sobre beber champanhe em copos de papel – e é o que eu faço. Nós dois somos exatamente assim.”

4. LIKE THAT

Victoria: “Escrevi e gravei essa em Londres. Ela basicamente tem um ângulo diferente para isso. Estou cantando sobre um relacionamento que uma amiga está tendo – não sobre mim.”

5. GIRLFRIEND

Victoria: “Escrevi essa música com Dane Bowers no trem voltando de Brighton. Nós literalmente escrevemos a letra atrás de nossas passagens de trem. Não é auto-biográfica, é sobre uma garota dizendo a uma amiga para não confiar em seu namorado porque ele está trapaceando com ela. Acho que e algo com que muitas pessoas podem se identificar.”

6. MIDNIGHT FANTASY

Victoria: “Essa é uma grande música pop, muito envolvente, bem leve e se desenvolve como uma música de Janet Jackson. Eu gravei essa faixa em Estocolmo.”

7. I.O.U.

Victoria: “Essa música é toda sobre David. Eu apenas senti que não estaria onde estou hoje sem ele e essa faixa é dedicada a ele. Como a música diz, devo tudo a ele. Não seria nada sem ele.”

8. NO TRIX, NO GAMES

Victoria: “Todo mundo pensa que me conhece mas eles não conhecem. Isso não é Posh ‘n’ Becks, isso não é as Spice Girls, isso é Victoria Beckham, o que você acha? É o que estou dizendo aqui.”

9. I WISH

Victoria: “Essa é uma faixa dançante bem legal. Quando fui aos estúdios em Los Angeles disse aos caras que estavam trabalhando com isso que enquanto eu queria um grande som americano, eu também queria fazer um álbum pop.”

10. WHATCHA TALKIN BOUT

Victoria: “Acho que essa é uma grande mistura do R&B americano com o pop britânico. É exatamente o tipo de som que queria criar e meus vocais ficaram bons nessa faixa.”

11. UNCONDITIONAL LOVE

Victoria: “Essa é uma balada amável – outra que escrevi para David. É toda sobre nós e nosso relacionamento.”

12. EVERY PART OF ME

Victoria: “Essa música e sobre Brooklyn, sobre como ele me faz sentir agora e como vejo muito de mim nele. Ele estava comigo o tempo inteiro em que estava gravando o álbum e sua voz aparece no começo.”

Fotos Promocionais


Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.