Spice Girls no Brasil

Ainda não foi dessa vez que os brasileiros tiveram a oportunidade de experimentar o tempero e o suingue das cinco inglesas que já venderam mais de 25 milhões de discos no mundo inteiro. Foram pouco mais de 24 horas, desde que desembacaram, de um jatinho particular no aeroporto de Manaus, até a hora de voltar para Londres. Pela primeira vez no Brasil, para participarem de uma promoção junto a seus fãs de 12 países – que aqui foi capitaneada pelo programa Planeta Xuxa e pela Rádio Cidade – as Spice Girls elogiaram a beleza da floresta tropical e lamentaram a estada tão curta, abreviada por uma indisposição de Victoria Adams. “Passeamos de barco pela floresta e assistimos ao encontro dos rios. É um lugar lindo!” Comentou Emma Bunton.

Falantes e simpáticas, as meninas rodaram o mundo para divulgar seu dico, SPICE WORLD. E a Amazônia foi incluída numa das escalas porque, segundo Melanie Chisholm, é um lugar que todas as pessoas do mundo desejam conhecer. “Não há quem não queira visitar essa floresta tropical. A preservação da Amazônia é um assunto muito discutido na Inglaterrra.”

Em Manaus, as integrantes do grupo trocaram o hotel pelo iate do governador Amazonino Mendes, ancorado no Rio Negro. Com o filho do governador, Armando Clóvis Mendes, como anfitrião, as meninas passaram a noite distantes do assédio dos fãs mais afoitos. No dia seguinte, bem cedo, tomaram café da manhã com sucos de frutas típicas da região, como cupuaçu. Depois de caminharem pelas margens do rio, o grupo seguiu de ônibus até o Teatro Amazonas, sempre acompanhadas por batedores. Lá, as Spice Girls participaram de uma entrevista coletiva e responderam à perguntas dos fã vencedores da promoção.

Apesar de usarem roupas discretas, bem diferentes do figurino ousado e revelador de seus shows, as meninas mantiveram o toque de irreverência nos acessórios. Melanie C, por exemplo, exibia seu piercing brilhante no nariz, além do já conhecido dente prateado e das incontáveis tatuagens pelo corpo. Sua xará, Melanie Brown, mostrava cheia de orgulho, a tatuagem que fizera há apenas três dias no ombro esquerdo. Com cautela, ela cuidava para que os fãs não tocassem naquele ponto. “Ainda está um pouco dolorido. Não ficou ótimo??”, perguntava, enquanto abaixava a alça da camiseta para exibir sua nova marca.

Ao contrário do que fazem por onde passam, as Spice Girls não protagonizaram nenhuma cena de irreverência explícita. Nada de atitudes mais ousadas no rasante pelo Brasil. O famoso beliscão no bumbum do príncipe Charles, registrado pela televisão durante um encontro oficial, continua sendo o gesto mais polêmico no comportamento do grupo. “Aquilo aconteceu porque somos muito espontâneas”, justificou a ruiva Geri, que, no entanto, não descartou a hipótese de apalpar o governador do estado numa festa que acabou sendo cancelada devido a uma alteração na agenda. “Se nos depararmos com uma cobra na floreta, tudo pode acontecer!”, completou a irreverente Geri.

As especulações em relação à saída de uma das integrantes do grupo foram negadas pelas inglesas. “Somos como cinco irmãs,” definiu Mel B. E foi assim que se comportaram no almoço com os fãs no Hotel tropical. revezando-se de mesa em mesa, deram autógrafos e posaram para centenas de fotografias. A grande surpresa aconteceu quando um Papai Noel entrou no salão, distribuindo presentes do apresentador Gugu Liberato. “Adorei o anjinho,” declarou Emma e Geri que a partir daquele momento passaram a desfilar com seus anjinho para cima e para baixo. Já Mel B, preferiu um canguru que dava socos no ar.

A única coisa que as meninas lamentaram foi o pouco tempo passado no Brasil. Esse ano, pretendem voltar para fazer um show. E mostraram que conheciam um pouco da música feita por aqui. “Adoro esse país. A música latino-americana sempre me atraiu,” disse Emma. “Um amigo me mostrou alguma coisa do jazz brasileiro, e adorei. Sem falar, é claro, na música Garota de Ipanema que é o máximo!”, empolgou-se Geri.

As Spice Girls já lançaram o seu perfume ‘Impulse’. Em cinco fragâncias, uma para cada integrante, as essências são mais um produto da griffe que já conta com chocolates, pirulitos e bonecas. Trabalhando em tempo integral, as garotas apimentadas, dizem que sentem falta da família. “Tudo isso é muito legal, mas a verdade é que eu gostaria de passar mais tempo com a minha família”, admite Mel C.

Mesmo depois de uma viagem relâmpago, as meninas inglesas deixaram o Brasil com algumas boas lembranças. No jatinho, de volta a Londres, as Spice Girls gastavam as poucas palavras que elas aprenderam por aqui. Entre elas, ‘muito obrigada’, ‘tchau’ e ‘ah, eu tô maluco!’.

A Chegada na Amazônia


As Spice Girls chegaram em Manaus no dia 09 de Dezembro de 1997.
Apenas três fãs amazonenses compareceram ao aeroporto internacional de Manaus para recepcionar as Spice Girls. A modesta recepção foi decorrente da falta de divulgação sobre a presença do grupo na cidade.

Relado dos fãs


“Eu moro em Manaus – AM, e nos dias 9 e 10 de dezembro de 1997, as Spice Girls estiveram na minha cidade para uma promoção. Chegaram por volta das 2:00 da tarde do dia 9 de dezembro, e ficaram no ‘Hotel Tropical'(o melhor de Manaus). Elas entraram pelo Mini-Zoológico do hotel e foram direto para seus quartos, até então eu não as tinha visto, eu estava no hotel desde as 7:00 da manhã!

Por volta das 4:00 da tarde mais ou menos, disseram para um pessoal que estava lá (mais ou menos 15 pessoas) que elas estavam indo para o píer do hotel para um passeio de barco no Rio Negro. Todos estavam muito agitados e foram para lá, menos eu que fui a primeira a chegar e não fui… Já estava quase desistindo, pô! Eu estava lá desde as 7:00 da manhã, com fome e tudo, e então fui para o 3º andar (ala norte) procurar um lugar para sentar. Primeiro eu fui para a ala sul, mas lá estava um monte de gente que tinha ganhado a promoção, então eu fui para a norte, onde estavam as melhores suítes, e a delas também! Quando eu cheguei, andei….foi quando eu ouvi umas vozes que me pareciam familiares…

SURPRESA!! Das 5 Spices, estavam lá, Geri, Mel B, Mel C e Emma, sentadas no sofá!! A princípio eu fiquei parada no lugar onde estava, depois ouvi a Mel C dizer, “Come On!”, fazendo um gesto com a mão. Eu que sou LOUCA por elas, quase morri, mas FUI. Meu inglês não é dos melhores, mas deu pra entender que elas tavam me chamando.

Então eu fui, fiquei conversando com elas mais ou menos uns 30 minutos (os melhores da minha vida!), elas perguntaram o meu nome, a minha idade, por que eu curtia as Spice…e….que Manaus é muito quante, entre outras coisas.

Elas são muito legais, e a Mel C fez por merecer o título de Spice mais simpática! Elas são muito divertidas e riem delas mesmas! Ah! A Vick tava doente, pois aqui em Manaus tava fazendo 38º graus e aqui é muito úmido…aí ela ficou molinha. Bem, depois disso um cara que estava com a camisa da seleção brasileira, pediu que eu fosse, pois elas precisavam ir para o barco, e eu não pude tirar fotos com elas. Mas peguei seus autógrafos (menos o da Vick).

Depois eu fui embora, muito feliz para o píer, fiquei lá junto com as outras pessoas até as 5:00 da tarde, quando começou a chover. Aí deu um tempo, e elas apareceram, debaixo de chuva mesmo! O barco se chama ‘Amazônia’, ele as levou para um passeio, e depois dele, elas não voltaram pro hotel, pois dormiram no barco mesmo. No dia seguinte, elas deram uma coletiva no Teatro Amazonas e cantaram “Spice Up Your Life” na sacada do lado esquerdo do Teatro, por volta das 3:00 da tarde. A temperatura era de aproximadamente 40º segundo um jornal local. Depois disso voltaram para o hotel, onde encontraram os vencedores do concurso.

Depois?? Elas foram embora, para minha tristeza…”

Larissa Tobias

Vídeos





Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.