The Sun – Liverpool é a nova Nova Iorque

The Sun – Liverpool é a nova Nova Iorque
Ano: 2008

O ano de Liverpool como a Cidade Européia da Cultura inicia-se esta semana, com a apresentação do Beatle Ringo Starr na cidade, no topo do St George’s Hall.
Acontecerão mais 350 eventos durante o ano – incluindo Sir Paul McCartney comandando um grande concerto no campo de futebol de Anfield, dia 1 de junho.
Aqui, a Spice Girl Melanie C explica porque a sua cidade natal merece esta maravilhosa honra.

“Eu fiquei super entusiasmada quando Liverpool foi nomeada a Cidade Européia da Cultura porque, como todos os nativos de Liverpool, eu sou muito orgulhosa da minha cidade natal.
Nós temos uma grande história – seja na música, nas artes ou na arquitetura.
Também sou muito orgulhosa do sistema educacional da cidade. Existem escolas fantásticas, universidades brilhantes e a escola de música de Sir Paul McCartney, a Liverpool Institute for Performing Arts (LIPA).
Eu acho que uma das principais razões de Liverpool ser tão multi-cultural e interessante é por ela ser um porto.
As docas fizeram com que existisse um grande afluxo de pessoas de todo o mundo.

Movimentação

Um porto sempre dá muita movimentação a um lugar, e eu acho que Liverpool nunca perdeu esta movimentação, até mesmo nos anos 80, quando as coisas estavam bem difíceis.
Foi uma grande luta para as pessoas comuns lidarem com o desemprego e toda a política implantada na época, mas elas nunca desistiram e Liverpool permaneceu como um lugar interessante de se visitar.
As pessoas sempre foram muito cordiais e amigáveis com os visitantes e eu acredito que este seja um lugar especial – mas sou suspeita para falar.

Os nativos de Liverpool têm o melhor senso de humor no mundo, e eu acho que muitos com os quais você conversa são mais engraçados que os comediantes famosos de Liverpool que você vê na TV.
Toda cidade tem os seus estereótipos e as pessoas ridicularizam os Scousers (nativos de Liverpool), mas eles são bons em zombar deles mesmos, então isso não é um problema.
Liverpool é berço de várias bandas maravilhosas, dos anos 60 até hoje.

Durante o meu crescimento, eu fui inspirada por bandas como Echo And The Bunnymen, The Teardrop Explodes e Frankie Goes To Hollywood.
Nos anos 60, não existia lugar melhor no mundo para se estar que Liverpool, se você fosse um adolescente.

Minha mãe e meu pai se conheceram no The Cavern Club, nos anos 60, e sempre que eu pergunto a ela onde e quando ela gostaria de estar – se ela pudesse estar em qualquer época e em qualquer parte do mundo – ela diz, ‘Liverpool, nos anos 60, não havia lugar como aquele’.
Então, para mim, The Cavern tem um lugar sentimental em meu coração, um lindo pedaço de história.

Hoje em Liverpool, há um cenário musical maravilhoso acontecendo. Há uma banda chamada The Rascals, com a qual estou muito empolgada e várias bandas – como Coldplay e Arctic Monkeys – vêm gravar os seus álbuns na cidade por causa desta herança musical. Você pode ir a um show todas as noites em algum lugar da cidade e todos os músicos se conhecem, então este é um lugar ótimo e divertido para sair.

Eu ainda não voltei para ver o Cavern restaurado porque estive muito ocupada com as Spice Girls.
Mas eu realmente quero me envolver em alguns dos eventos para celebrar Liverpool como a Cidade da Cultura.
Para mim, o máximo seria aparecer no palco com Paul McCartney, quando ele tocar no Anfield.

Icônico

A arquitetura em Liverpool é fantástica. A linha do horizonte agora, com o icônico Liver Building e o Pier Head, faz com que se pareça à Nova Iorque.
A cidade é também tão animada e vibrante quanto Nova Iorque.

A área das docas está agora cheia de prédios e até mesmo nas áreas mais velhas de Liverpool, existem lindas casas georgianas.
Eu acho que o fato de Liverpool ter uma história tão famosa no futebol também faz desta uma cidade atraente para os visitante.
Onde quer que eu vá no mundo para passar férias, às vezes no meio do nada, eu sempre encontro fãs estrangeiros de Liverpool. Eles estão em toda parte.
Espero que exista um grande legado deixado com a nomeação de Liverpool como a Cidade da Cultura e que nós possamos nos beneficiar disto nos próximos anos.”

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.