OK Magazine



OK Magazine
Ano: 2013

Margaret Thatcher foi enterrada na semana passada – como você se sente sobre ela?É uma relação interessante que as Spice Girls tiveram com Margaret Thatcher – que fizemos uma entrevista muito cedo na nossa carreira onde Geri declarou seus sentimentos por ela. Claro, eu cresci em Liverpool, ouvir coisas muito diferentes sobre esta mulher, mas ela faleceu e ela tem família, então eu nãovou comentar como eu me sinto sobre ela.As Spice Girls tornaram-se sinônimo de ser pró-Thatcher, quando Geri disse: “Nós amamos Maggie!” É difícil quando um de vocês fala pelo grupo e tem uma opinião que você pode não concordar?

Isso foi particularmente difícil comigo sendo de Liverpool, mas eu não acho que como uma banda nós procuramos apoiar os conservadores ou Margaret Thatcher, mas Geri disse que e ela chamou a atenção para isso.
As Spice Girls vieram junto com o slogan ‘girl power’ em uma época em que havia uma grande quantidade de boy bands ao redor. Você diria que é uma feminista?

Eu não gosto de classificar-me como qualquer coisa, mas quando surgimos era tudo boy bands e esbarramos muitas dificuldades porque as gravadoras, revistas e até mesmo programas de TV estavam dizendo bandas menina não funcionavam, elas não venderiam, e é aí que o Girl Power veio.Pensamos f *dasse isso, vamos mostrar a você, e nós vamos fazê-lo melhor do que os meninos – e nós fizemos. Foi um momento interessante, as mulheres estavam tendo mais de uma voz. O feminismo esteve presente sempre, mas havia algo borbulhando na década de 90 – era um momento muito positivo.

Você acha que não há igualdade no mundo da música?
O que é realmente interessante sobre a indústria no momento é que a maioria dos maiores artistas são mulheres – Beyoncé, Rihanna, Adele, Rosa, Jessie J – e é provavelmente a primeira vez que isso acontece.Claro que existem os meninos também, mas parece haver um monte de mulheres muito poderosas dentro da indústria que são artistas. Eu acho que nos bastidores ainda é muito dominada pelos homens.

Você sempre evitou ser muito provocadora em seus vídeos, foi de propósito?
Há muitas meninas que são muito provocante, mas quando eu era mais jovem e pulando como Sporty Spice, eu não sinto que eu queria me expressar de uma maneira sexy como Britney Spears ou Rihanna faz.Cada um na sua, desde que alguém não esteja fazendo algo para se sentir desconfortável. Eu acho que as meninas são mais sexualmente consciente nestes dias e parecem crescer mais rápido.

Qual foi a maior transformação em sua vida?
Definitivamente, ser mãe, foi incrível. É tão óbvio e é tão clichê que sua vida muda para sempre, mas eu fiquei absolutamente espantada com a forma como isso me mudou como pessoa. Scarlet é muito engraçada.A coisa favorita que ela saiu com recentemente foi quando fomos a Liverpool e nós estávamos no carro no caminho de volta e paramos para um piquenique e ela disse: ‘Mamãe, você gosta de camarões, não gosta?’ e eu disse ela que eu gosto e ela disse: ‘Você gosta de cocktails também, não gosta?”, eu disse que sim.E ela disse: ‘Eu tenho crisps cocktail de camarão, você vai amá-los!” Eu adoro a forma como suas mentes funcionam e como ela sabe que eu amo cocktails.Ela conhece a mamãe bem! [Risos] Ela me fez mais confiante e corajosa e grandes coisas têm acontecido desde que me tornei mãe.

Como o quê?
A porta do teatro musical abriu para mim, eu trabalhei no West End e agora estou em turnê com Jesus Cristo Superstar.Há coisas que eu não poderia ter tido a confiança ou coragem de fazer antes de Scarlet nascer. O teatro musical é um trabalho árduo e tem sido uma ambição de infância, então ter finalmente chegado lá depois de uma incrível carreira com a música é brilhante. Parece que eu fui aceita no mundo do teatro.As pessoas finalmente viram que há mais para mim do que a Sporty Spice. Nos meus vinte e poucos anos eu achei irritante que as pessoas nunca pensaram que eu poderia fazer mais nada.

Será que você não quer que seja o seu legado?
É o meu legado e estou muito orgulhosa dele, mas depois de trabalhar com as meninas, eu só queria me rebelar. Eu fiz o meu primeiro disco solo, cortei meu cabelo e fui para um som bastante agressivo em alguns dos singles – que era o meu jeito de tentar ser diferente.Conforme os anos passaram, eu realmente abracei ser uma Spice Girl e estou muito orgulhosa. Eu sempre serei a Sporty Spice, mas é bom ser reconhecida dentro do mundo do entretenimento para ser capaz de fazer outras coisas. Ninguém é um dimensional.

Você parece muito confortável em sua própria pele agora – nos dias das Spice Girls, ela não parecia como se estivesse …
Eu acho que um monte de meninas passam por isso, o que é uma pena, pois você está em seu auge e tudo que você faz é querer ser diferente.Estávamos em uma situação tão incomum, que estavam escrevendo sobre nós constantemente, examinadas e criticadas, e quando você é jovem e quer encontrar seus pés no mundo, é difícil de aceitar.Que conselho você daria a você mais jovem?Eu diria para relaxar e se divertir! Mas no momento em que estava tão atarefada e nós trabalhamos muitas e longas horas, viajamos tanto que foi a sobrevivência – nunca pensamos passado o dia seguinte realmente.

Você foi chamada mamãe celebridade do ano deste ano, que significava muito para você?
Sim. Eu não podia acreditar. Mulheres incríveis foram homenageadas – havia pessoas que estavam doentes ou com crianças que estavam doentes, para estar lá como mãe celebridade do ano, eu senti um pouco impostora.É muito difícil para um quadro de pessoas para saber se você é uma boa mãe ou não. É estar no olho do público, sendo um modelo positivo e ser uma mãe trabalhadora e aparecendo para fazer tudo junto – é mais que do que as suas competências parentais.

Você falou sobre como a maternidade curou sua depressão …
Eu sofri com depressão mais de 13 anos atrás, era um longo caminho para a recuperação. Depois de alguns anos de ter aconselhamento, e tomei antidepressivos por 18 meses, bem como, realmente em busca de ajuda e cada vez melhor, eu fui bem. Eu acho que quando você engravida, você está ciente de que você poderia ser mais suscetíveis à depressão pós-parto.Eu me senti muito bem por um longo tempo e eu estava confiante de que não voltaria, mas você tem que estar ciente de que, com uma mudança de vida como se tornar uma mãe, que o desequilíbrio químico pode ir novamente.Isso era algo que eu estava nervosa, mas teve o efeito oposto – que me fez sentir mais forte, mais feliz e mais confiante de que a depressão não iria voltar. Por isso teve um efeito muito positivo sobre mim, mais do que ela curou minha depressão, pois eu não tinha tido depressão por um longo tempo antes disso.
Todas as Spice Girls são mães, você têm contato regularmente?Tentamos ver umas as outras tanto quanto pudermos. Geri e Emma [vivem próximas] nos costumamos a nos ver seguido, mas sempre que Melanie volta na cidade nos ligamos. Agora Victoria vive aqui vemos a menos, o que é loucura, mas ela está de volta em Los Angeles no momento. Tentamos ficar juntas e levar as crianças junto.

O que você acha do retorno musical de Geri?
É emocionante, ela está trabalhando muito duro nisso por isso vai ser interessante ver como ela vai.

Você acha que ela pode fazer bem?
A indústria da música é muito difícil para qualquer um, então quem sabe. É difícil vender discos, mudou.Você falou no passado sobre o que está sendo intimidada por Mel B. Qual é o seu relacionamento como ela agora?Eu não acho que há algum segredo sobre o que se passa em bandas pop, todos nós éramos crianças. Eu e Melanie somos realmente boas amigas agora, somos todas grandes amigas e todas nós demos um ao outro um momento difícil.Nós éramos jovens e ambiciosas e que só queria o melhor para a banda, mas às vezes era difícil. Então, muita água passou debaixo da ponte – somos todas as mães em nossos trinta e tantos anos, estamos adultas, é muito diferente.

Você era um grupo que foi montado, mas todo mundo espera que vocês sejam melhores amigas …
Sim, estamos realmente diferente, e agora que estamos mais velhos, nós realmente respeitamos umas as outras e nos conhecemos bem o suficiente para saber quando estar ao redor e quando dar espaço uma a outra.Nós realmente apreciamos isso, uma sem o outro, nós não teríamos o que temos agora. Por isso, é um bom momento para as Spice Girls como eu acho que finalmente estamos todas em paz.

Você, pessoalmente, voltaria a ficar juntas como um quarteto, sem Victoria?
Eu não sei. Não é surpresa para ninguém que o coração de Victoria não está na música, ela passou a ser muito bem sucedido na moda, o que é incrível e eu tenho muito respeito por ela por fazer isso, ela tem trabalhado muito duro para chegar lá.É incrível quando você pensa sobre a vinda de um grupo de pop e indo para o mundo da moda – ela é muito boa no que faz e ela colocou seu coração e alma, nós todas a respeito e apoiamos a 100 por cento.Se as outros quatro de nós desejarmos nos reunir, então é algo que teríamos que falar entre nós e falar com Victoria sobre o assunto e descobrir se isso é algo que nós queremos para as Spice Girls.Sei que já fizemos uma turnê sem Geri, mas que foi uma época louca e eu acho que desde que fizemos a turnê de reunião em 2007, e as Olimpíadas, a força está em nós cinco.Eu sei que houve uma coisa estúpida escrito sobre reality shows, mas é um total absurdo. Ninguém pode e nem nunca será substituído. Existem apenas cinco Spice Girls.

Gostaria de ver isso acontecer com vocês quatro?
Absolutamente. Eu me diverti nos Jogos Olímpicos. Ele nos lembrou, há uma enorme quantidade de fãs ainda lá fora internacionalmente. Estávamos deslumbradas com a quantidade de apoio e entusiasmo em torno da performance.Eu enfrentei todos os meus medos, derrotei muitos demônios e me tornei muito próxima das meninas novamente. Foi uma coisa positiva.

O que você achou do Viva Forever! ser reescrito?
Não é incomum – um novo show será exibido e haverá mudanças no roteiro.Estávamos todas desapontados com um monte de comentários do show, e nós amamos. Mas estamos muito perto disso, é difícil ser objetivo. Emma e Geri foram ver recentemente e toda a gente com quem falei, que tem sido fãs desde as mudanças dizem que é brilhante.Eu estava muito animada também porque Boy George tuitou e foi excelente, por isso é um bom selo de aprovação para mim como Boy George que não é um fã das Spice Girls – ele tem sido bastante contundente sobre nós no passado.

Você é solteira. É difícil namorar as pessoas na indústria?
Eu não sei, eu não acho que eu já namorado qualquer um na indústria! O namoro não está na agenda no momento. Eu tenho a minha menina, que é minha prioridade, e minha carreira. Se um cara legal vier em seguida, maravilhoso, mas eu não sei se eu quero me colocar com a dor de namoro.Há tantos de nós lá fora em nossos trinta e quarenta, as meninas solteiras, se você é ambicioso, em seguida, sua carreira vem em primeiro lugar e que o homem vai em banho-maria. Eu tenho amigos que fazem Soulmates do Guardian, mas eu disse que eu não posso fazer isso, posso?! [Risos] Você pode imaginar!
Você pode imaginar ter mais filhos?
Eu adoraria ter outro filho. Se eu me encontrasse nessa situação, isso seria ótimo.
Você é a cara do espetáculo Wearer Of The Year Awards. Você pode nos dizer sobre isso?
É realmente uma linda campanha. A razão pela qual eu me envolvi foi porque eles estão ligados com Kidscape, que é uma grande caridade anti-bullying.Comecei a usar óculos quando eu tinha 13 anos e essa é uma idade em que você está muito sensível. As coisas foram mudando e ter toda a atenção atraída para você é horrível, então eu estava muito auto-consciente sobre ter que usar óculos.Eu tive que usá-los para a escola e para ler a lousa. Não é que eu estava intimidada, não fui de vento em popa na escola porque as crianças são cruéis, mas o bullying é uma coisa tão horrível e é maravilhoso que Specsavers quer incentivar as pessoas a ter orgulho de vestir suas especificações.Há muitas pessoas agora aos olhos do público e também estão na moda, por isso é muito bom ter uma atitude positiva em relação a óculos.

Tradução: The Spice Girls Blog

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.