Smooth USA – Açúcar mascavo

Smooth USA – Açúcar mascavo
Ano: 2006

Era uma tarde ensolarada em Los Angeles e a temperatura chegava a “80” graus. A bronzeada, vívida e livre de espírito Melanie Brown – melhor conhecida como a Scary Spice do grupo pop dos anos 90 Spice Girls – encontrou-se com a equipe da Smooth no jardim do Hotel Chateau Marmont em Sunset Boulevard, de onde havíamos combinado falar sobre sua mudança de má garota do pop inglês à sua ascenção à nova e desconhecida aspirante a estrela de Hollywood.
Recentemente, ela voltou a ser o alvo dos tablóides britânicos, que lhe dedicam manchetes por estar namorando com Eddie Murphy, recém-separado e pai de sete filhos. De fato, ela não fica à sombra de seu novo pretendente famoso. Por hora, está apresentando seu próprio nome em produções independentes, incluindo um papel como protagonista no thriller Telling Lies.

Por quê você se mudou da Inglaterra para Hollywood?
Estive atuando no Reino Unido durante os últimos seis anos, só que realmente isso era o mais longe onde se pode chegar ali. Chega um momento em que você simplesmente pensa “estou um pouco entediada aqui na Inglaterra”. Inglaterra é um “cachorro pequeno” comparado com o que acontece no resto do mundo. Percebi que tomaria a decisão de partir, de qualquer forma já vivia viajando constantemente pelos últimos dez anos. Fiz um teste por seis meses. Vivi em Sunset Boulevard e odiei tudo lá. Todo mundo usa muita maquiagem. Depois fui à Valley e me encantei. Lá faz sol todos os dias!

Sente falta dos seus conterrâneos britânicos?
Realmente não. Muitos de meus amigos aqui são ingleses também. Existe uma grande comunidade inglesa aqui em Los Angeles, de modo que nunca me sinto muito longe de casa. Isso realmente tem sido muito agradável. Também posso ver as Spice Girls sempre que elas vêm à cidade.

Assim que chegou a América você imediantamente conseguiu um papel no Rent, na Broadway.
Sim, fiz o Rent por oito meses. Foi muito divertido. A primeira vez que estive aqui faz dois anos e meio, e eu fiz uns dois ou três filmes independentes. Fiz um com Duane Martin e Kelly Rowland chamado “The Seat Filler”. E depois fiz outro chamado “Love Thy Neighbor”. Estou na situação em que posso fazer e escolher o quê faço e quando eu faço.

Você não iria lançar um álbum aqui nos Estados Unidos há alguns anos atrás? Não se falava de seu trabalho com Missy Elliott?
Sim, eu gravei um álbum. Trabalhei com pessoas muito importantes na época. Trabalhei com Jimmy Jam e Terry Lewis, Sisqo e um monte de pessoas. Foi muito bom.

Mas ele nunca foi lançado, foi?
Não foi lançado aqui. Houve o lançamento na Inglaterra e na Europa. Tivemos uma pequena… Não uma briga… Mas eu não estava de acordo com os singles que a gravadora queria lançar primeiro. Eles tinham uma visão diferente, só que eu sabia exatamente o que eu queria fazer, de modo que eu dizia: “Ok, eu não farei isso”. Não lancei nada durante quatro anos, e então fui atuar. Escrevi um álbum ano passado antes de fazer o Rent, e vou voltar à Inglaterra para lançá-lo.

Quando vai permitir que os americanos tenham o lançamento de um disco seu?
O fato é que, primeiro quero me estabelecer como atriz aqui. Atuar é um grande desafio pra mim, e de certo modo quero ter isto bem estabilizado antes de caminhar em outra direção. Venho atuando por cinco anos, e creio que as coisas acontecem em ciclos de sete anos. Deve-se dar a si mesmo ao menos sete anos antes de reconsiderar.

Por que sete anos?
O seu cabelo muda a cada sete anos, assim como as suas unhas e a sua pele. Se olhar fotos suas de sete anos atrás, dirá “Maldição, parece diferente!”.

Os paparazzi ingleses são notoriamente rudes, enquanto os paparazzi nos EUA estão ficando muito agressivos também. Como se dá com eles?
Na Inglaterra, não há nenhuma lei que diga que eles não podem se esconder no seu jardim durante 24 horas e que tirem fotos suas pela janela da cozinha. É por isso que, pelos últimos cinco anos, eu decidi ficar longe do olhar público, pelo bem da minha filha, mas também pela minha própria segurança. Você não necessariamente quer ser perseguida cada vez que sair pra comprar leite. Somente quer que te deixem sozinha. Decidi me mduar de Londres para o inteiror da Inglaterra, e depois decidi me mudar pra cá. Se trata somente de manter a sua privacidade e de manter um pouco o mistério. As pessoas podem ficar cansadas de você, se você aparece demais na mídia. Quero que as pessoas se perguntem “O quê ela anda fazendo?” ao invés de dizer “Ah Deus, ela de novo.. Não!”

Recentemente os tablóides publicaram uma história apontando que você teria tido uma aventura amorosa lésbica, e publicaram fotos suas beijando uma mulher.
Constantemente publicam histórias sobre mim na Inglaterra.

Sim, mas saiu no National Equirer.
Ah sim. Ouvi algo sobre isso. Sabe quantas histórias andam escrevendo sobre mim? Se você acreditar em pelo menos uma delas, eu seria um tipo horrível de p*ta, lésbica, agressiva, psicopata, viciada em sexo e drogas.

Alguma vez você já esteve casada?
Estive casada uma vez durante três meses. Mas, sabe do que mais? Aprendi muito sobre mim mesma. Acreditava que havia me casado para sempre, e depois me decepcionei muito com essa pessoa. Isso me fez pensar “não anticipe as coisas”, porque sempre irá se decepcionar.

Como você maneja os relacionamentos agora?
Sou somente eu mesma. O que você vê é o quê você terá. Com o passar do tempo, você adquire mais experiência e aprende a não se entregar muito rápido. É importante ter sua própria vida. Tenho minha vida com a minha filha, tenho minha vida comigo mesma, e tenho minha vida com a minha carreira.

Antes de ir, nos dê sua opinião sobre os homens americanos.
Os nova iorquinos são estupendos. Têm os pés no chão. Têm coragem e são viris. E em Los Angeles eles são mais fúteis do que deveriam ser. Eu não quero isso. Um homem tem de ser um homem!

Créditos: Always Melanie B

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.