World Pop – Geri no Worldpop

World Pop: Geri no Worldpop
Ano: 1999

Jeremy: Você raramente faz entrevistas. Você odeia fazê-las?

Geri: Sim! Eu estou entediada de falar sobre mim. Há alguns jornalistas agradáveis mas a maior parte do tempo falam mais alto que as palavras.

Jeremy: Com toda a cobertura da imprensa que você tem, eu às vezes penso,
‘ Pobre Geri, ela está bem? ‘ Você está feliz?

Geri: Eu penso assim. Eu estou tão feliz quanto a próxima pessoa. Eu penso que felicidade é algo que você não pode possuir, isso vem e vai. Eu encontro felicidade aceitando onde eu estou hoje e agradecendo. Às vezes as coisas não são do seu jeito, mas há muitos motivos para estar feliz . Eu sou uma garota bem feliz.

Jeremy: Você conseguiu tanto. Você tem um plano para você no futuro e que você quer alcançar de agora em diante?

Geri: Eu tenho certos sonhos e ambições mas eles não são como tudo deve terminar. Eu gosto de levar cada dia como vem. Eu tenho uma filosofia de menos resistência, vá com o fluxo do universo e veja onde é o significado da vida ao te levar, porque às vezes você pode lutar fazer coisas do seu jeito, enquanto que de fato você termina no mesmo lugar. Às vezes você pode se fechar controlando as coisas eu acho.

Jeremy: Realmente há alguma coisa que você quer alcançar?

Geri: Profissionalmente eu realmente gostaria de fazer uma grande turnê e seria adorável ter um álbum nº 1 britânico, porque é o meu país. Então novamente, conseguindo um N.º 1 não diz quantos CDs você vendeu nestes dias de fato, porque depende da semana e quem mais está na lista.

Jeremy: Por que você não fez uma turnê ainda?

Geri: Porque eu quis ter certeza que eu poderia vender um lugar de uma boa capacidade. Eu também quero estar bastante confortável como uma artista para fazer um show que é absolutamente fenomenal, em vez de apenas OK.

Jeremy: Nos fale sobre sua viagem para Omã?

Geri: É um dos momentos que eu jamais esquecerei. Está junto com conhecer o Mandela. Todo botão de um ser humano foram apertados, todos os meus sensos foram levantados. Indo para um país diferente onde a cultura é diferente, estando em um ambiente militar, se apresentando em um calor sufocante. Foi uma guerra muito real para mim. Quando eu assisto a TV, eu me sinto muito desconectada do que eu vejo,mas indo para Omã, todos esses soldados ficaram muito reais em vez de apenas personagens em quadrinhos. Eu não percebi quantos eram os soldados neste estado de medo; estes possivelmente são garotos jovens entrando em força de terra. Me fez realmente agradecida por eles estarem preparados para dar suas vidas para nós. Eu me sentia muito santificada em poder prestar serviço de algum tipo. Foi incrível o coleguismo que eu senti lá. Até mesmo Bobby Davro foi fantástico! foi incrível o que aconteceu nesses tempos de pressão.

Jeremy: Por que você começou a cantar as canções das Spice Girls novamente?

Geri: Eu ajudei a criar essas canções e eu sinto que elas são tão minhas quanto das outras pessoas. Eu sei que eu deixei a banda mas eu sinto que essas canções não pertencem ao mundo inteiro, só as cinco pessoas que as escreveram.

Jeremy: Por que você decidiu lançar Calling?

Geri: Eu sinto que esta é a melhor canção do álbum e ia ser o primeiro single, mas eu fiquei um pouco assustada porque era uma balada. Eu acho que Calling é a melhor coisa que eu já fiz como uma compositora. Quando eu escrevi esta canção eu fiquei arrepiada, e seria legal se tocasse as outras pessoas como me toca.

Jeremy: O que a atrai em um homem?

Geri: Além de ser grande… coração! Bondade. Eu realmente não posso pôr meu dedo em uma coisa, eu penso que é tudo um círculo. Uma alma boa é a coisa mais importante. É claro que é bom eles serem bonitos, ter um corpo bom e um rosto bonito mas depois de cinco minutos isso não é suficiente. É aquela coisa dentro do trabalho, o clichê mas é verdade.

Jeremy: Eu estou lhe dando três desejos, um desejo pra você mesma, um desejo para sua carreira e um desejo para o mundo. O que você escolhe?

Geri: Meu desejo pra mim mesma é estar de verdade contente e aceitar onde eu estou a cada momento. Eu gostaria de paciência. O desejo para minha carreira é um álbum n.º 1. Para o mundo é algo que todos tem em mente no momento, muita paz. Um pouco mais de paz e amor um com o outro.

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.