Spice Girls revelam segredos em especial de fim de ano


Em documentário que será exibido na véspera de Natal, o grupo faz revelações de assuntos delicados que mexeram com sua história e que nunca foram mencionados tão abertamente em público.

Como é de costume entre bandas que encerram a carreira e anos depois decidem se reunir, as Spice Girls estão ganhando destaque na mídia. Inclusive com um especial de fim de ano, “Spice Girls’ Story: Viva Forever”, que será exibido no canal britânico ITV1 no dia 24 de dezembro, véspera de Natal. No documentário, as integrantes revelam alguns segredinhos que, embora fossem comentados anteriormente, não eram debatidos em público por elas. Confira:

VICTORIA BECKHAM: “NINGUÉM QUERIA NAMORAR COMIGO”
Atualmente casada com um dos homens mais sexy do mundo, e com uma família considerada perfeita, nem sempre a vida de Victoria foi tão perfeita quanto aparenta. “Houve uma época em que escreveram que todas as mulheres queriam ser como nós, e todo homem queria namorar uma de nós. Bom, não era bem assim. Ninguém queria namorar comigo naquela época. Eles só queriam tocar no meu cabelo”, revelou a designer.
“Eu era chamada de Posh Spice porque gostava de bons restaurantes, roupas de grife, era quase um personagem. E eu não sorria, mesmo naquele tempo. Até hoje, quando estou pronta para sair, me olho no espelho e questiono: ‘nossa, em que eu me transformei, que não sorrio”, completou.

EMMA: “GERI ABANDONOU UMA AMIZADE, E NÃO UMA CARREIRA”
Para Emma Bunton, o momento mais emocionante foi quando Geri deixou o grupo em 1998, no auge do sucesso. “Foi tudo muito difícil de superar. Porque eu não via como se ela tivesse abandonado uma carreira, e sim uma amizade. Eu via minha amiga como uma estranha, desaparecida, e foi muito difícil”, desabafou a cantora.

MEL C: “GERI E MEL B TINHAM DISCUSSÕES AGRESSIVAS”
Apesar de Geri ter saído em 1998, Mel C confessou que o grupo quase se desfez por várias vezes. “Geri saiu primeiro, mas apenas publicamente. Bem antes disso, ela e Mel B saíram algumas vezes, depois voltaram. Eu mesma quase fui expulsa uma vez. Geri fala muito, e estava passando por problemas pessoais. Além disso, elas duas tinham uma relação muito difícil, eram discussões ferozes, agressivas. Iam de um extremo a outro: em um momento eram melhores amigas, em outro parecia que iam voar no pescoço uma da outra”, revelou no documentário.

Créditos: Julia Valentim

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.