#MC8 – Mel C fala de novo álbum e planos de novos shows com Spice Girls

mc121
Cantora bateu um papo exclusivo com a revista Quem e falou sobre seu novo álbum, isolamento social durante a pandemia, relação com o Brasil e, claro, mais uma esperada reunião das Spice Girls.

Mel C sempre se destacou quando integrava as Spice Girls ao se tratar de música. Aos 46 anos de idade e uma das ex-integrantes da girl band explosiva que sacudiu o mundo no fim dos anos 1990 e começo dos 2000, ela bateu um papo exclusivo com Quem e falou sobre seu primeiro álbum em quatro anos, a relação com os fãs e, claro, mais uma reunião das Spice Girls.

“Desde criança, eu queria poder representar e me sentir representada como mulher. E acho que é disso que meu novo álbum trata”, diz sobre o novo trabalho. “Ele fala sobre tudo aquilo que você pode ser, que é algo que eu já trago desde o girl power [poder feminino] com as Spice Girls e em meus outros álbuns. Que você não precisa ser uma coisa só, você pode ser várias coisas. E, claro, espero que todos dancem e divirtam-se, porque foi muito divertido de fazer.”

Mel já lançou dois singles de seu novo álbum. Um deles foi Who I Am, cujo videoclipe detalha os vários capítulos da carreira de Melanie, com uma faixa pessoal e reflexiva. “Quanto mais coragem eu encontrei, mais eu sou capaz de me expressar e me tornar a mulher que sou agora”, disse a cantora.

Outro single já divulgado pela artista foi Blame It On Me, que tem uma pegada mais pop e moderna. Para ela, a faixa é uma evolução como artista, mostrando seu amadurecimento pessoal e profissional.

Não apenas dedicada ao empoderamento feminino, Mel C também sempre esteve envolvida em causas da comunidade LGBTQIA+. No ano passado, inclusive, ela foi uma das atrações musicais da Parada do Orgulho de São Paulo, que tomou as ruas da região da Avenida Paulista. Este ano, por conta do isolamento social, ela fez uma apresentação à distância, transmitida pela web, também para a festa paulistana dos LGBTQIA+.

“Eu já estive na Parada LGBTQIA+ de São Paulo em 2019 e este ano me apresentei online. Minha relação com os fãs brasileiros é de muito carinho e sempre, sempre que volto ao Brasil, me sinto muito acolhida por eles. Já estive em São Paulo, no Rio de Janeiro e com as Spice Girls em 1996 ou 1997. É uma relação de muita animação, respeito e carinho!”, disse ela.

E será que os fãs brasileiros já podem sonhar com a vinda das Spice Girls pra cá?! Mel C, que se reuniu em 2019 com Mel B, Geri Halliwell e Emma Bunton para uma série de shows na Europa, disse que o quarteto tem conversado sobre o assunto, mas que ainda é muito cedo para decidir algo, especialmente em meio à pandemia do novo coronavírus.

“Nossa reunião no ano passado foi tão divertida! Agora, durante a pandemia, ainda está tudo muito incerto. Queremos muito fazer mais shows, sim, mas ainda é muito cedo pra dizer como e quando isso vai acontecer. Mas queremos colocar na rota as Américas o que, claro, inclui a América do Sul!”.

E nesta relação tão próxima com o Brasil, Mel C disse que já teve bastante contato com nossa música, principalmente quando esteve por aqui. “Nossa, eu amo a diversidade da música brasileira! Tem elementos africanos, rap, hip hop, pop, samba. É tudo tão misturado! Lembro que fui a um programa de TV e tinha uma cantora chamada Gloria Groove. Achei incrível todo o visual e ela tinha uma voz linda!”, elogia a artista britânica.

Mel disse, ainda, como está sendo o isolamento social com a família durante a pandemia. E, como! Mãe de uma adolescente (Scarlett, de 11 anos), filha dela com o ex Thomas Starr, ela disse que o convívio está sendo uma montanha-russa.

“Moro com minha filha, além de dois enteados [filhos de seu namorado, Joe Marshall] e não tem sido fácil [risos]. É desafiador mas, ao mesmo tempo, tem sido muito bom passar mais tempo com eles, especialmente com a minha filha. Afinal, antes tínhamos tantos compromissos e agora consigo ficar mais com eles. Claro que têm momentos em que fica mais tenso, porque a convivência faz isso com a gente, mas pensamos em como o mundo está, com tanto medo, insegurança e percebemos que, na verdade, a gente só quer o bem das pessoas que amamos.”

Deixe uma resposta

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.